Notícias

Estudantes iniciam implantação da coleta seletiva no Tarumã

Uma grande ação de coleta seletiva mobilizou, nesta sexta-feira, 17, estudantes e moradores da Comunidade São Francisco (bairro do Tarumã, distante 4 km do perímetro urbano de Manaus). A ação, realizada em parceria pelas Secretarias Municipais de Educação (Semed) e Limpeza Urbana (Semulsp) percorreu as ruas do local recolhendo material separado pelos moradores e informando a população sobre a importância dessa modalidade de coleta. Na ação junto aos moradores, os estudantes das duas escolas conseguiram arrecadar 224 quilos de materiais recicláveis.

 

As escolas municipais de Ensino Fundamental Marechal Cândido Rondom e Irmã Serafina, inseridas na Comunidade, mobilizaram seus alunos em prol do projeto “Eu Reciclo Oca vai à Escola”, que trabalha a educação ambiental e busca implantar a coleta seletiva nos ambientes escolares, contando com a colaboração efetiva dos alunos e moradores da localidade onde a unidade funciona.

 

A assessora pedagógica da Semed, responsável pelo projeto, Erica Amorim, explica como funciona a parceria. “A Semulsp faz uma parceria com a escola na sensibilização e orientação da necessidade de reciclar o lixo. A equipe de educação ambiental que faz parte das empresas Tumpex e Marquise vai de casa em casa acompanhando de perto como é feito o recolhimento do lixo e informam a hora que o coletor passa para retirar os lixos”.

 

“A Escola Irmã Serafina já conta com a coleta seletiva e está ajudando a disseminar essa prática para outras escolas. Isso é muito importante, pois quanto mais cedo o indivíduo entra em contato com essa prática, mais potencial de mudar o futuro ele terá”, avaliou Jaqueline Araujo, assessora técnica da Semulsp, que esteve no local para ministrar a palestra “A Importância da Coleta Seletiva”.

 

A Semulsp participa da ação com informações sobre a modalidade, ações de conscientização na comunidade e apoio para a implantação da coleta seletiva na Escola Marechal Cândido Rondom, que deve encerrar esta ação da Prefeitura de Manaus no local. “O objetivo é ajudar a escola a se transformar em um ponto de coleta seletiva. A ação contou com a participação direta dos alunos, que saíram para as ruas da comunidade, em atividade porta a porta, orientando os moradores para a separação do lixo orgânico daquele que pode ser reciclado”, explicou.

 

De acordo com Maria Lurdes Lima, gestora da Escola Irmã Serafina, as atividades são muito bem recebidas pelos alunos e já apresentam retorno positivo. “Os alunos recebem muito bem o projeto participando com criação de paródias musicais, recolhendo o lixo na escola e em casa, realizando disputas como concurso de dança e gincanas recolhendo material para reciclagem. Com esse conhecimento eles acabam envolvendo a família a também aprendem a tratar o lixo de forma adequada”.

 

Durante esta semana, uma equipe de 20 agentes de conscientização esteve no local em articulação prévia com os moradores da comunidade. A participação dos alunos contou com a ajuda dos Garis da Alegria, que passaram suas mensagens em forma de música e brincadeiras. “Tiramos daqui mais um saldo positivo. As crianças têm livre acesso à informação e sabem da importância da coleta seletiva. O empenho deles é genuíno e nos dá mais estímulo para continuar falando sobre a importância da reciclagem para o meio ambiente”, disse Rose Gemaque, membro dos Garis da Alegria.

Fotos: Divulgação / Semulsp

 

Disponível em: https://flic.kr/s/aHskSD257E

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp): (92) 3216-8014

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse