Notícias

Estudantes universitários podem participar do concurso-prêmio ‘Identidade Visual da Mascote Sauim-de-Manaus’

A Prefeitura de Manaus deu início nesta quarta-feira, 15/5, a uma série de workshops itinerantes com a finalidade de divulgar a realização do concurso-prêmio “Identidade Visual da Mascote Sauim-de-Manaus” junto às universidades e faculdades locais, que oferecem cursos de design e comunicação visual. Estudantes do 4º e 5º períodos do curso de design gráfico, da Faculdade Metropolitana de Manaus (Fametro), foram os primeiros a receber a equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), responsável pela realização do concurso-prêmio, que dará R$ 10 mil ao ganhador. Desde 2005, o sauim-de-coleira é a mascote do município de Manaus.

 

Estudantes universitários podem participar do concurso-prêmio ‘Identidade Visual da Mascote Sauim-de-Manaus’

 

O circuito será desenvolvido ao longo do mês de maio, em pelo menos quatro instituições de ensino superior, como forma de estimular a participação de estudantes e profissionais da área no certame.

 

O objetivo do concurso é incentivar ações voltadas à educação ambiental e à conscientização quanto à necessidade de preservação da espécie, que só ocorre em Manaus e entorno. Podem participar do concurso pessoas físicas ou jurídicas. A identidade visual do sauim-de-manaus ganhadora será utilizada em variadas peças publicitárias e meios de comunicação com a finalidade de disseminar o tema da preservação do sauim-de-coleira.

 

Os interessados em participar do concurso-prêmio poderão encaminhar as propostas até o dia 10/6, conforme prevê o edital 001/2019. “A ideia das visitas às universidades surgiu da necessidade de ampliarmos o raio de abrangência do concurso-prêmio, junto ao meio acadêmico, e também como uma estratégia de divulgação da importância da preservação da espécie sauim-de-coleira”, explica o diretor de Mudanças Climáticas e Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes. A próxima visita será na Faculdade de Tecnologia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com os alunos dos cursos de design e artes visuais.

 

Durante o workshop, são abordados os seguintes aspectos: “Introdução – Objetivo do Concurso-Prêmio”, “Documentação Técnica – Exigências e Pré-Requisitos” e “Conteúdo Criativo – Aspectos do Processo Criativo”, apresentados, respectivamente, pelo chefe da Divisão de Educação Ambiental da Semmas, Raimundo Araújo, a diretora de Administração e Finanças, Renata Bezerra de Melo, e a designer Cristiany Santos. Além do edital, que se encontra disponível nas páginas da Prefeitura de Manaus (www.manaus.am.gov.br) e da Semmas (www.semmas.manaus.am.gov.br), está sendo disponibilizado também o conteúdo das apresentações do workshop, onde é possível encontrar de forma detalhada o passo a passo de como se inscrever no concurso-prêmio.

 

O designer e analista contábil Antônio Luca Grifoni, coordenador do curso de design gráfico do Centro Universitário Fametro, considerou positiva a oportunidade de participação dos alunos nesse tipo de concurso. “Com certeza é uma experiência muito positiva. Principalmente, com a perspectiva de que serão futuros profissionais, e estão tendo a oportunidade de aplicar todo o conhecimento adquirido junto à sala de aula”, afirmou.

 

Os alunos estão otimistas e aproveitaram para tirar dúvidas sobre cores, padrão de papel, documentação a ser encaminhada para a inscrição. “Para nós é motivo de orgulho representar a instituição neste concurso e, se formos contemplados, será um diferencial ao ganhador. Com certeza, a iniciativa vem estimular a criatividade do designer como um ser consciente e ativo nas suas responsabilidades”, afirmou Grifoni.

 

Preservação

Os interessados já podem procurar pelo novo edital no site www.semmas.manaus.am.gov.br, clicando no banner do concurso-prêmio. O novo edital (de número 001/2019) foi publicado na edição da última quarta-feira, 24/4, do Diário Oficial do Município (DOM). A realização do concurso atende a recomendação de termo de ajustamento de conduta, firmado entre a Prefeitura de Manaus e o Ministério Público Federal (MPF), visando contribuir para a preservação da espécie, criticamente ameaçada de extinção.

 

Texto – Divulgação / Semmas

Foto – Arlesson Sicsú / Semmas

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse