Notícias

Estagiários recebem orientações sobre sobrecarga emocional, física e estresse

Dificuldade de memorização, baixa autoestima, pensamentos negativos frequentes e até sintomas físicos como dores no estômago podem estar associados a elevados níveis de estresse. O assunto foi discutido em mais um encontro do projeto “Qualidade de Vida no Trabalho com Estagiários: uma preparação para a vida pessoal e profissional”, realizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad) na manhã desta quinta-feira, 27/9.

 

Estagiários recebem orientações sobre sobrecarga emocional, física e estresse

 

O secretário da Semad, Lucas Bandiera, destaca que o projeto de qualidade de vida para estagiários da secretaria tem o objetivo de promover ações voltadas aos participantes do Programa Municipal de Estágio Remunerado, visto que esse investimento retorna em excelência dos serviços prestados pela Prefeitura.

 

“Como determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, temos o desafio de viabilizar ações em diversas frentes para valorizar as pessoas, valorizando o servidor e o estagiário, investindo em sua qualidade de vida, em seu ambiente de trabalho e culminando em melhores serviços prestados à população”, afirma.

 

Nesta edição do encontro, os estagiários foram alertados por profissionais de psicologia e de educação física sobre os indícios da sobrecarga emocional, física e estresse, e os aspectos e gatilhos que podem ocasionar esses males.

 

Palestrante e idealizadora do projeto, a estudante de psicologia Sandye Zurra, sob orientação da psicóloga Anakena Castelo Branco, alertou os participantes de que os sintomas da sobrecarga emocional surgem discretamente, podendo ser confundidos apenas com o cansaço gerado por muito trabalho e dias corridos.

 

De acordo com a professora de educação física e especialista em fisiologia do exercício Mayara Bento, o esgotamento físico pode ser extremo pelo excesso de atividades que o estudante realiza durante o dia, associado ao sedentarismo e à alimentação inadequada. “Devido aos trabalhos da faculdade e atividades desempenhadas no estágio, a pessoa acaba passando por um grande desgaste, podendo apresentar sintomas físicos como vista embaçada ao final do dia, tonturas leves, crises de amnésias repentinas, entre outros”, destaca.

 

O estagiário da Divisão de Serviço Social da Semad Kauan Cabral afirma que orientações sobre as questões emocionais são fundamentais para os estudantes. “A sobrecarga emocional e física é muito presente na vida do estudante e estagiário, e falar sobre o assunto é conscientizar sobre o que pode estar acontecendo com muitos de nós”, avalia.

 

O próximo encontro está marcado para o dia 10 de outubro, no auditório da Semad, sob a coordenação da Divisão de Serviço Social (Diss) do Departamento de Gestão de Pessoas (DSGP) da Semad.

 

Uma série de palestras e atividades serão discutidas durante reuniões mensais até o final deste ano, abordando outros temas como “Conduta ética no trabalho”, “Relações interpessoais”, “Comunicação”, “Postura profissional”, “Gestão de tempo, produtividade e procrastinação”, “Dependência tecnológica”, “Hábitos saudáveis no trabalho”, “Autovalorização e autoestima”, além de “Conquista, planos para o futuro, objetivos e sonhos”.

 

Texto: Adrisa de Góes / Semad

Foto: Louise Batista / Semad

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse