Notícias

Estação dez do Manôbike é destruída e deve voltar a operar em até 20 dias

A estação número dez do projeto Manôbike, localizada na rua Miranda Leão, no Centro, foi destruída nesta quarta-feira, 26/4. Pelas características apresentadas, o local foi alvo de um acidente de trânsito. Uma das bicicletas também foi danificada, não sendo possível reparo. Ela será substituída por uma nova.

 

Técnicos da empresa que opera o sistema em Manaus estão trabalhando para remover a estação danificada da Miranda Leão, que ficará sem funcionar até que um novo módulo seja produzido e enviado de São Paulo para a cidade.

 

Segundo comerciantes da área, um acidente teria provocado os danos na estação, mas não há confirmação oficial. Uma nova estação já foi solicitada para Manaus, para manter as 11 implantadas na capital. A mesma deverá estar disponível entre 15 e 20 dias para substituição.

 

O Manôbike foi lançado no último dia 12 de abril e até o momento já teve 1.057 viagens contabilizadas, com 2.588 cadastros feitos no site e aplicativo do projeto (disponível para IOS e Android).

 

Denúncias

A empresa operadora do sistema Samba/Serttel informa que denúncias relacionadas a vandalismo podem ser feitas imediatamente à Central de Atendimento ao Cliente pelo número 4003-0387, para que seja acionada a assistência técnica local.

 

O projeto

Com o lançamento do Manôbike, a Prefeitura de Manaus, por meio da política pública de mobilidade e transporte defendida pelo prefeito Arthur Virgílio Neto aumenta o incentivo a meios não poluentes e que visam a melhoria na qualidade de vida dos cidadãos.

 

A Samba é a responsável pela implantação, operação e manutenção do sistema e assinou Termo de Cooperação com a Prefeitura, após sair vencedora do edital de Chamamento Público lançado pelo Implurb.

 

Manaus tem 11 estações em operação. As estações, inclusive, estão localizadas em lugares emblemáticos da capital, como o próprio mercado, Igreja N.S. dos Remédios, Praça do Congresso, Beneficente Portuguesa, citando alguns.

 

O sistema funcionará de segunda-feira a domingo, das 6h às 23h, para retirada do equipamento e 24h/dia para devolução. As bicicletas, cujo sistema é alimentado por energia solar, são 100% nacionais. Manaus tem 110 bikes disponíveis para as 11 estações e a rede poderá ser ampliada futuramente, conforme demanda. O Termo de Cooperação tem prazo de 36 meses e não há ônus para o Município.

 

Como funciona?

Após cadastro no aplicativo e/ou no site (www.manobike.com.br), o usuário da Manôbike terá a opção de adquirir o passe mensal (R$ 10) ou diário (R$ 5), e não paga valor adicional desde que use de acordo com as regras do projeto. De segunda a sábado, o uso pode ser de 60 minutos ininterruptos, quantas vezes por dia o usuário desejar, desde que respeite o intervalo de 15 minutos entre as viagens. Aos domingos e feriados, o uso passa a ser de 90 minutos.

 

Campanha

Antes da inauguração do Manôbike, a Prefeitura, em parceria com diversos grupos de pedais, lançou a campanha publicitária “No Trânsito eu Compartilho Respeito”, em fevereiro, amplificando a sensibilização de motoristas em relação aos ciclistas, que podem e devem compartilhar a mesma via.

 

A campanha está no ar e tem longa duração, envolvendo vários personagens reais nas peças e filmes, e agora se junta ao material de divulgação do Manôbike.

 

Foto: Altemar Alcântara/Semcom

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskTHcoPE

 

Assessoria de Comunicação do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb): (92) 3625-6287

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse