Notícias

Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo inicia jogos adaptados

A 2ª Edição dos Jogos Internos Adaptados da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, localizada na rua Maceió, Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul, iniciou nesta segunda-feira, 30, e as atividades vão até o dia 3 de junho, na quadra e piscina da escola. A ação envolverá 500 alunos com jogos de arco e flecha, de combate, basquete adaptado, circuito, chutes a gol e brincadeiras dos pneus.

A secretária Municipal de Educação, Katia Shcweickardt, fez questão de acompanhar de perto a participação dos alunos nas diversas atividades de cunho pedagógico. Para ela, a preocupação do município com essas crianças é uma das prioridades da prefeitura de Manaus.

“Existe todo um trabalho que já vem sendo feito há algum tempo para preparar essas crianças e adolescentes para a inclusão. Muito antes de haver uma determinação legal, o município já tinha esse compromisso. Isso se consolida, hoje, com as atividades de educação física voltadas especificamente para essas crianças e adolescentes”, salientou a secretária ao lembrar que as crianças desenvolvem coordenação motora, a capacidade cognitiva e a autoestima.

O assessor de Educação Física da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Alexandre Romano, explicou sobre a importância dos jogos para formação dos alunos da escola, pois a preocupação é movimentar e, acima de tudo, que os alunos sintam-se valorizados e capazes de realizar alguma atividade motora.

“Nossa principal meta é mostrar que a educação física pode contribuir para o desenvolvimento de nossas crianças. O foco dos jogos é o processo de ensino e aprendizagem, onde todas as brincadeiras que nós criamos foram adaptadas para atender a necessidade de cada aluno. Os jogos não têm caráter de disputa ou medalhas, mas o desenvolvimento humano de cada criança”, frisou.

A doméstica Shirley da Silva Brandão, 55, mãe da aluna com paralisia cerebral, Maria Marina Brandão de Freitas, 21, ficou feliz ao ver sua filha participar do basquete adaptado, brincadeiras dos pneus e chutes a gol. Segundo ela, a realização dos jogos foi uma ideia excelente feito pela escola, pois além de movimentar as crianças, elas se sentem uteis e valorizadas.

“É muito importante esse momento para os alunos interagirem, porque é um processo de socialização e participação deles em algumas atividades da escola. É bom ver a satisfação estampada nos rostos das crianças, porque se percebe a felicidade de estarem participando dos jogos. Isso para eles é uma valorização muito grande, pois contribui para a autoestima de todos”, comentou.

Fotos: Assessoria/ Semed

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 363

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse