Notícias

Mais de 250 educadores participam de encerramento de seminário sobre conselhos escolares

A Prefeitura de Manaus realizou nesta terça-feira, 23/7, o encerramento do Seminário Distrital dos Conselhos Escolares da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com a presença de aproximadamente 250 participantes, entre presidentes, tesoureiros e presidentes da comissão fiscal dos conselhos escolares das escolas da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste. O encontro ocorreu na escola municipal Cândido Honório, bairro Alvorada, zona Oeste.

 

23.07.19 Encerramento do Seminário Distrital dos Conselhos Escolares.

 

O evento foi organizado pela Divisão de Apoio à Gestão Educacional (Dage), nas sete divisões distritais, com início em maio e foi coordenado pelo Grupo de Articulação e Fortalecimento dos Conselhos Escolares (GAFCE). A ação faz parte do Projeto de Formação dos Conselhos Escolares da rede municipal, que iniciou em 2018 e vai até 2020. No total, são aproximadamente 1.450 membros dos conselhos escolares, que vão passar por 12 módulos de formação nos aspectos administrativos, pedagógicos e financeiros.

 

O objetivo do seminário foi dar continuidade ao projeto de fundamentação dos conselhos escolares sobre o papel do Conselho Escolar como órgão colegiado de apoio à Gestão Democrática da Educação iniciado em 2018.

 

No encontro com os participantes foram trabalhados temas como o conselho escolar e o respeito e a valorização do saber e da cultura do estudante e da comunidade, o aproveitamento significativo do tempo pedagógico, a relação entre escola e o desenvolvimento com igualdade social e os direitos humanos.

 

O coordenador do GAFCE, Luiz Carlos Albuquerque, disse que o seminário é uma atividade da Semed para fortalecer os conselhos escolares, para que tenham uma amplitude maior do papel dentro do próprio conselho.

 

“Nós estamos reforçando o conselho escolar de outras formas de atuação, que vai muito além da costumeira, ou seja, a prestação de contas das verbas federais. O conselho escolar precisa se inserir nas questões pedagógicas, mas principalmente do envolvimento da comunidade com a escola”, comentou.

 

De acordo com a diretora Nizia Feitoza, da escola municipal Francisca Lima da Rocha, bairro Tarumã, que atua como presidente do conselho, o seminário é excelente para a integração de todos no trabalho. Para ela, quem ganha no final são os 400 alunos da escola.

 

“Nós estamos tratando questões sociais, de inclusão. A princípio parecia exclusivamente pedagógica. No conselho temos que desvirtuar essa visão, que é exclusivamente econômica, ou seja, só trata das verbas federais que chegam do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, o FNDE, mas tem que ter seu lado pedagógico”, disse.

 

Para a secretária escolar Roberta Mendes Guimarães, da escola municipal São Vicente de Paula, bairro Compensa, zona Oeste, tesoureira do conselho escolar, é uma chance excelente para conhecer, não somente o lado financeiro, mas outras diretrizes do conselho.

 

“O foco é a integração com a comunidade e como fazer para interagir. Nós podemos ter projetos dentro da escola, participação dos alunos junto com a comunidade realizando palestras. Com isso, a comunidade pode participar da nossa escola também”, citou Roberta.

 

Texto – Paulo Rogério / Semed

Fotos – Cleomir Santos / Semed

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmFq1mJW

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse