Notícias

Educadores do Amazonas participam de seminário sobre o PNE

Secretários de educação dos municípios do Amazonas, gestores de escolas e professores participam, nesta quarta, 26/7, e quinta-feira, 27/7, do Seminário sobre o Plano Nacional de Educação (PNE), que acontece no auditório do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM), Parque 10, zona Centro- Sul de Manaus.

 

Durante os dois dias, serão discutidos os cumprimentos das metas do PNE. Também serão estabelecidas formas de parcerias e colaboração entre os entes federados responsáveis pelo monitoramento, acompanhamento, avaliação e controle dos referidos planos de educação.

 

No primeiro dia do seminário serão abordados os temas “As exigências do Plano Nacional para Educação Básica: Realidade e Perspectiva, com palestra do secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB-MEC), Rossieli Soares; “A política e programas para garantir o direito à educação à luz do PNE”; e “Diretrizes, Metas e Estratégias necessárias para uma educação de qualidade nos municípios do interior do Amazonas”.

 

Integra a programação o tema “Dificuldades e Avanços na Execução do PNE e PME” que terá como palestrante, na tarde desta quarta-feira, a subsecretária de Gestão Educacional da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Euzeni Trajano. A gestora falará como estão sendo aplicados os planos na rede municipal de ensino de Manaus e as dificuldades encontradas para cumprir as metas devido à crise econômica e política que o Brasil vem passando.

 

“O Plano Municipal de Educação (PME) foi aprovado em 2015 e nós temos até 2025 para cumprir as metas estabelecidas, algumas delas nós já avançamos e outras estamos encontrando dificuldade devido à realidade e os cortes orçamentários em todo país, visto que no momento da elaboração e aprovação (do PME) vivíamos uma outra realidade”, explicou Euzeni.

 

A subsecretária disse ainda que o PME possui 20 metas e 214 estratégias ousadas que estão dentro do planejamento estratégico da secretaria, em busca de serem cumpridas.

 

Ainda à tarde, os palestrantes participarão de uma mesa redonda, em que responderão perguntas dos participantes do seminário.

 

Para Rossieli, na educação não existe uma solução única que possa resolver todos os problemas, mas é necessário levar em consideração os Anos Iniciais, para que seja evitado o abandono escolar no Ensino Médio, com alunos de 15 a 17 anos.

 

“A educação é um processo com várias áreas de atuação e necessidades diferentes e algumas ações devem desencadeadas para obter melhores resultados. Garantir que a criança esteja alfabetizada até o 2º ano do Ensino Fundamental é diminuir a possibilidade que essa mesma criança sofra um possível abandono escolar, que vai refletir no Ensino Médio”, afirmou o secretário.

 

No segundo dia do seminário, os debates sobre a educação continuarão com palestras e mesas redondas, voltadas para discussões considerando a realidade de cada região. Para Giane Fernandes, gestora da Escola Municipal Maria Lira Pereira, que fica no bairro de Petrópolis, zona Sul, o seminário é o momento de repassar e adquirir conhecimentos importantes com as palestras, os quais repassará para os professores da unidade de ensino em que atua.

 

“Tudo o que está sendo abordado aqui será repassado aos professores para motivá-los e para que entendam que é necessário encontrar caminhos dentro da realidade das nossas crianças e assim os resultados sejam alcançados dentro da nossa proposta pedagógica”, comentou a gestora.

 

Texto: Érica Marinho

Fotos: Lton Santos/ Semed 

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsm1hKnSP

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): (92) 3632-2054

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse