Notícias

Consulado do Japão visita comunidades beneficiadas com a construção de poços artesianos na RDS do Tupé

O Consulado do Japão em Manaus realizou na manhã desta quinta-feira, 9, visita técnica às comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, beneficiadas com a construção de poços artesianos em 2014. O objetivo da visita foi o de fazer o monitoramento do uso dos poços pelas comunidades após três anos de instalação e os benefícios gerados para os ribeirinhos a partir da implantação do projeto. Os dois poços foram construídos nas comunidades Julião e Agrovila por meio de convênio firmado entre o Consulado Geral do Japão e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), responsável pela gestão da RDS.

 

A vistoria foi realizada pela assessora do Setor de Políticas Externas e Cooperação Internacional do Consulado japonês, Takako Shima, na companhia dos técnicos da Diretoria de Áreas Protegidas da Semmas. “Nosso objetivo é estreitar ainda mais os laços com o Governo do Japão e a partir dos bons resultados constatados mantermos o convênio para o desenvolvimento de novos projetos, a exemplo da construção de mais dois poços beneficiando outras localidades”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior. A RDS possui, no total, seis comunidades (Julião, Agrovila, São João, Livramento, Tatu e Colônia Central).

 

O diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes, explicou que a avaliação das condições de funcionamento dos poços pela representante do Consulado foi positiva. “Os poços foram entregues e a própria comunidade, em contrapartida, se encarregou de fazer a distribuição da água, por meio de ligações domiciliares”, explicou. No Julião, o poço artesiano atende a aproximadamente 105 domicílios, beneficiando diretamente 420 pessoas. Na comunidade Agrovila são 126 domicílios atendidos, com 504 pessoas beneficiadas. A inauguração dos poços foi feita em abril de 2014 pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e o cônsul do Japão em exercício Kenji Sakurai.

 

Para a assessora do Consulado, a visita foi positiva ao se constatar que as comunidades foram atendidas e conseguiram se organizar no sentido de garantir a manutenção e funcionamento dos poços. “Já há a possibilidade de apoio a novos projetos porque existe a necessidade de água potável em outras comunidades da reserva. Iremos elaborar projetos para que possam fazer um estudo de viabilidade”, adiantou Márcio Bentes.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas): 92 3236-6684

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse