Notícias

Conselho Deliberativo do Tupé discute projetos a serem implantados nas comunidades

O Conselho Deliberativo da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé deu início às discussões sobre projetos e iniciativas sustentáveis já existentes e novos a serem implantados nas comunidades que integram a unidade de conservação municipal. Os projetos, desenvolvidos pelo Programa Tupé, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), responsável pela gestão da RDS, são referentes à capacitação quanto ao consumo de energia, praticas de reaproveitamento e fomento ao turismo de base comunitária praticado nas comunidades.

 

Em reunião extraordinária do conselho, na última sexta-feira, 28, os projetos foram apresentados aos comunitários e demais integrantes do órgão colegiado. A reunião foi coordenada pela Departamento de Áreas Protegidas da Semmas. O Programa Tupé é desenvolvido pelo Departamento de Hidrologia e Saneamento da Ufam e já foi responsável por diversas intervenções voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população ribeirinha da RDS. A intenção é desenvolver ainda este ano projetos de arte, a exemplo de um painel de mosaico na área da academia ao ar livre, inaugurada no ano passado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, na comunidade São João do Tupé.

 

Outras iniciativas são a da pintura das carteiras escolares e da sede do centro comunitário da mesma comunidade, produção de um vídeo-documentário sobre o Festival dos Morcegos e a criação de um site para divulgação das informações turísticas da reserva.  Um grupo de trabalho, formado por representantes da Semmas, Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Ufam, foi criado para dar andamento à execução dos projetos.

 

“A reunião serviu para que os outros conselheiros e integrantes de comunidades da reserva pudessem opinar sobre os projetos e propor ideias”, afirmou o diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes. Segundo Bentes, todos os projetos propostos para a RDS são discutidos de forma compartilhada no conselho. “Trabalhamos seguindo a orientação do prefeito Arthur Virgílio para que as decisões sejam tomadas sempre de maneira participativa e levando em conta os anseios dos moradores locais”, afirmou. O Conselho Deliberativo da RDS do Tupé é formado por representantes de instituições governamentais e não-governamentais, além dos moradores das seis comunidades. O conselho se reúne a cada dois meses ordinariamente e, quando há necessidade, extraordinariamente.

 

Fotos: Arlesson Sicsú / Semmas

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse