Notícias

Começam matrículas de novos alunos para Educação Especial do município

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) iniciou, nesta sexta-feira, 13, as matrículas para novos alunos na rede municipal de ensino, sendo atendidos prioritariamente neste primeiro dia alunos da Educação Especial. Até o início da tarde, já haviam sido realizadas 288 matrículas para estudantes com necessidades especiais. A partir da meia noite de sábado, 14, estará aberta a reserva de vagas para os demais alunos pelo aplicativo “Matrículas Amazonas” e pelo site www.matriculas.am.gov.br.

 

A matrícula também poderá ser feita de forma presencial, em qualquer uma das 722 escolas das redes municipal e estadual de ensino de Manaus, a partir de segunda-feira, 16, até a sexta, dia 20. Após realizar a reserva da vaga, pais e responsáveis tem até três dias para confirmar a matrícula na escola selecionada. Este ano, a Semed terá 46,8 mil novas vagas para as 494 escolas da rede municipal, sendo 22,8 mil para a Educação Infantil e 24 mil para o Ensino Fundamental. Além disso, até esta sexta, já haviam sido rematriculados 182.593 alunos na rede municipal.

 

No primeiro dia de matrículas para alunos da Educação Especial, foram feitos 111 atendimentos pelo site, 100 pelo aplicativo e 77 de forma presencial. A gerente do Complexo Municipal de Educação Especial (CMEE) André Vidal, Reni Formiga, destacou que a Semed se preocupa especialmente com o público da educação especial e, por isso, a decisão de destinar o primeiro dia para a realização da matrícula desses alunos, como forma para facilitar o acesso ao ensino na rede.

 

“Havendo qualquer situação diferente, a escola encaminha ao CMEE, que é o órgão competente para resolver as situações adversas do público alvo. A secretaria atende a política nacional da educação inclusiva e recebe esse público. O complexo faz todo acompanhamento pedagógico e faz também as avaliações, intervenções, além de verificar quais crianças têm necessidades mais específicas”, contou.

 

A doméstica Priscila Menezes Soares, 30, mãe de Havnner Davi Gabriel Menezes, 4, portador de paralisia cerebral, ficou feliz ao garantir a vaga do seu filho na Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, no Centro. Mesmo tendo ainda de passar por uma avaliação, ela vive a expectativa de ver pela primeira vez seu filho estudando. “Estou muito feliz por ter conseguido a vaga e ele ter a chance de inclusão com outras crianças na escola. Espero que dê tudo certo e que a escola possa ajudar para ele interagir com as outras pessoas, pois ele tem muita dificuldade para se entrosar”, comentou.

 

Para receber o sobrinho Klerton Costa Magalhães, 17, vindo de Boa Vista e portador de deficiências múltiplas, a pedagoga Zicréia Tavares Pereira, 42, não encontrou problemas para garantir a vaga no Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (Cemeja) e na sala de recurso do Complexo Municipal de Educação Especial da Semed. “Ele veio de outro estado e tem uma boa oportunidade de estudar em uma escola da Semed. É importante ingressar na rede municipal, pelo aprendizado e desempenho, mas principalmente para ser incluso na sociedade. Fiquei sabendo que a Semed tem muitos profissionais bons nessa área, o que me deixou tranquila”, completou.

 

A Semed atende alunos de portadores de deficiência auditiva, visual, autismo, deficiência intelectual, superdotado e paralisia cerebral, em toda rede, seja na Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, ou nas salas especiais e salas de recursos no contraturno, nas demais unidades de ensino da rede municipal.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos / Semed

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse