Notícias

Sessenta beneficiários do Bolsa Universidade são convocados para apoio administrativo

A Prefeitura de Manaus anunciou nesta quarta-feira, 1º/5, a convocação de 60 beneficiários do Bolsa Universidade para prestar contrapartida, prevista na legislação do programa, para auxiliar em atividades administrativas da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), vinculada à Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad).

 

 

Os convocados devem comparecer, no prazo de 2 a 8 de maio, das 8h às 17h, no setor de Atendimento ao Bolsista, na sede da Espi/Semad, na avenida Professor Nilton Lins, 3.259, Parque das Laranjeiras, Bloco D da Universidade Nilton Lins, na zona Centro-Sul, para aderir ao projeto ou apresentar justificativas. Na sexta-feira, o atendimento encerra às 14h.

 

As atividades fazem parte da contrapartida prevista na legislação do Bolsa Universidade. “O bolsista não precisa devolver à Prefeitura o valor investido no seu curso, contudo assume o compromisso de participar de projetos socioeducacionais, ambientais e culturais, prestando horas de serviço quando convocado”, explica o secretário da Semad, Lucas Bandiera.

 

Das áreas de Administração, Jornalismo, Letras, Pedagogia e Serviço Social, os bolsistas irão atuar no apoio aos processos seletivos dos programas Bolsa Pós-Graduação e Idiomas. “Os beneficiários do Bolsa Universidade, quando convocados, devem cumprir semestralmente carga horária de 90 até 150 horas em projetos da Prefeitura e recebem vale-transporte para o desempenho das atividades, conforme a legislação”, destaca.

 

Bolsistas com bolsa integral (100%) devem cumprir carga horária de 150 horas por semestre. Já os beneficiários de bolsas de 75% cumprem carga de 120 horas por semestre, enquanto os de 50% têm carga horária de 90 horas semestrais. Quando o bolsista trabalha, essa carga horária é diminuída em 50 horas, segundo esclarece Lucas Bandiera.

 

Caso não possa participar do projeto, o bolsista convocado deve requerer dispensa junto ao programa, na sede da Espi/Semad, apresentando comprovação do motivo de sua ausência por meio de documentos. “A participação nas ações de contrapartida é obrigatória e o não comparecimento sem justificativa pode acarretar em penalidades”, finaliza.

 

Confira a lista de bolsistas convocados para o projeto

 

_ _ _

 

Texto: Hariele Quara / Semad

Fotos: Louise Batista / Semad

 

 

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse