Notícias

Banco do Brasil apresenta linhas de soluções para a Prefeitura de Manaus

O Banco do Brasil apresentou nesta terça-feira, 11/7, ao prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, a sua linha de soluções destinadas ao setor público, que contempla desde microcréditos para empreendedores, passando por financiamento de obras, serviços e equipamentos, chegando até à participação nos projetos de Parceria Público-Privada (PPP), o que vem ao encontro da disposição da Prefeitura de Manaus em buscar novas fontes de recursos e financiamentos para obras e serviços na cidade.

 

“Foi um primeiro encontro bastante promissor”, disse o prefeito Arthur Neto, após a apresentação da carta de soluções apresentada pelo gerente geral do BB/Agência Setor Público, Gilberto Figueiredo Neto. “O que ele nos mostrou é que há possibilidades em vários setores, desde obras de infraestrutura, para que possamos, por exemplo, reconstruir as nossas pontes que estão deterioradas; na iluminação pública, eles financiam desde o relé, o poste, a lâmpada e a prefeitura pode indicar a concessionária para se credenciar ao financiamento; na área de sáude, com a compra de todos os equipamentos necessários para uma UBS; na educação, para a construção de creches”, listou o prefeito.

 

“Examinamos muitas possibilidades, nem todas ainda. Haverá outras reuniões”, disse o prefeito, destacando o papel importante que o Banco do Brasil se propõe a executar nas parcerias público-privadas, auxiliando na modelagem, no gerenciamento do fundo e no financiamento de parceiros. “Isso é muito importante para nós”, afirma Arthur, destacando que a Prefeitura de Manaus é cliente conceituada entre as instituições financeiras, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, por exemplo, se tornando potencial candidato às linhas de soluções apresentadas.

 

“O que nós dissemos ao prefeito é que ele nos apresente suas necessidades para que nós possamos casar as soluções que nós temos nas diversas estruturas do banco para que possamos ser um parceiro na resolução dessas questões que a prefeitura possui”, explicou.

 

A primeira reunião contou com a participação da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Elisabeth Valeiko; do vice-prefeito Marcos Rotta, e do secretário de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno, Lourival Praia, além da gerência do Banco do Brasil. Segundo o secretário, após essa primeira apresentação, serão realizados encontros setorizados. “Vamos chamar algumas secretarias específicas para apresentar essas linhas de financiamento”, disse o secretário.

 

Texto: Jacira Oliveira
Fotos: Ricardo Oliveira
Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsm4jSbPD

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse