Notícias

Lucélia Santos é a convidada para o encerramento do ‘Manaus em Debate 2019’

De personalidade marcante e forte presença nas telas e nos palcos, a atriz Lucélia Santos é a convidada da terceira e última noite do seminário “Manaus em Debate”, com o tema “Manaus em Cena”, que acontece a partir das 19h desta sexta-feira, 3/5, na Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (Esat/UEA). A atividade, que este ano traz como tema “Manaus vista por outros brasileiros”, é promovida pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura), com apoio da Prefeitura de Manaus.

 

Atriz Lucélia Santos é a convidada para o encerramento do ‘Manaus em Debate 2019’

 

Com uma longa trajetória na teledramaturgia, Lucélia interpretou grandes papéis na TV, como em “Escrava Isaura”, seu primeiro papel na televisão, em 1976, e em “Sinhá Moça”, em 1986. Nas telas de cinema, a atriz integrou os elencos de vários filmes de Nelson Rodrigues.

 

Nos últimos anos, Lucélia Santos tem se dedicado intensamente ao teatro, onde levou para os palcos em março de 2017, o primeiro monólogo da sua carreira, “Terezinha”. Na peça, ela encarna Santa Teresa D’Ávila (1515-1582) e dá voz às suas muitas lutas, sobretudo pela liberdade de estabelecer uma relação íntima e apaixonada com Deus Pai e seu filho, Jesus Cristo.

 

Minha Manaus Literária

Na última quinta-feira, 2/5, o jornalista e professor Antônio Carlos Hohdfeldt fez uma análise sobre a Manaus imaginária na literatura, a partir de leitura própria – aleatória e particular, conforme ele mesmo definiu – dos autores amazonenses Jorge Tuffic,  Márcio Souza, Thiago de Mello, Milton Hatoum e Astrid Cabral.

 

“Essa leitura que tenho feito ao longo dos anos de autores amazonenses, às vezes mais elaborada, às vezes mais curiosa, mostra como há uma vitalidade que muitas vezes se tenta esconder ou esquecer, mas que está sempre presente nas várias gerações de autores. Manaus representa um pouco também a metáfora de todo o Brasil: parece que estamos  no fim do mundo, mas também estamos no centro do mundo. Depende de onde se olha”, afirmou.

 

O escritor propôs a discussão sobre como nos enxergamos enquanto Manaus real ou Manaus imaginária. “Tem que olhar para fora e para dentro para entender esse universo literário”, destacou.

 

“Eu vejo Manaus como um espaço onde as coisas nascem, morrem, se reciclam. Tem a ver com a umidade, chuva, a floresta. Isso dá uma vitalidade que o Brasil e talvez a própria Manaus não se dê conta no âmbito da literatura. Tem um universo a ser explorado”, explicou o jornalista.

 

Seminário

Com o intuito de mostrar os mais diversos olhares externos sobre a cidade de Manaus, o seminário “Manaus em Debate 2019” conta com a participação do escritor e presidente do Concultura, Márcio Souza, e com a jornalista e moderadora do evento Ana Pardo.

 

Além de Hohlfeldt, o encontro recebeu também a presença do jornalista e historiador Juremir Machado, com o tema “Minha Manaus Imaginária”.

 

SERVIÇO:

O quê – Seminário Manaus em Debate 2019

Quando – Nesta sexta-feira, às 19h

Onde – Esat/UEA, avenida Leonardo Malcher, Praça 14

Contato – Carlos Resende  – Concultura – 9118-8518

 

Texto: Jéssica Rebello e Steffanie Schdmidt/Manauscult

Fotos: Leonardo Leão/Manauscult

Disponíveis emhttps://flic.kr/s/aHsmxUYKFs

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse