Notícias

Alunos participam de atividades em comemoração ao Dia Mundial da Água

Na manhã desta quinta-feira, 23/3, alunos do 7º, 8º e 9º anos da Escola Municipal Dalvina Silva de Oliveira, localizada no Parque Riachuelo 2, zona Oeste de Manaus, realizaram atividades educativas  em comemoração ao Dia Mundial da Água, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 22 de março de 1992. Todas as escolas da rede municipal terão, até o final do mês de março, programação em comemoração à data.

 

Os alunos participaram de uma palestra com a professora e mestre em Ciência do Meio Ambiente, Ana Lúcia Barros, que abordou assuntos como a disponibilidade da água na cidade e como é feita a sua distribuição, até que chegue à população, além dos cuidados que se deve ter para que no futuro o líquido não falte.

 

“A população de Manaus tem aumentado e com isso o consumo de água também. Aí está a nossa preocupação em sensibilizar essa geração para que evite o desperdício e também para que ocorra uma mudança de hábito dos alunos e da própria família”, explicou.

 

Ainda durante o evento, as alunas do 7º ano Sterphalleny Sarro e Jhalysiane Santos, ambas de 12 anos, apresentaram uma poesia com o título ‘Água líquido precioso’. Já as alunas do 8º ano, Darliane Ribeiro, Pamela Rossetti, e Micaelly Garcia, de 13 anos, apresentaram uma paródia com a música ‘Baile de Favela’, para tratar o tema.

 

“Nós tivemos a ideia de usar uma música que todos gostam, colocamos na letra a importância de cuidar e evitar o desperdício da água, para que no futuro não venha faltar para os nossos filhos e netos”, explicou Darliane.

 

Segundo o gestor da escola, José Francisco da Silva, a importância da água vem sendo discutida com os estudantes desde o começo do ano letivo. “A escola está trabalhando esse tema com os 1.316 alunos matriculados desde o começo de 2017, para que os professores planejam aulas que mobilizem o aluno sobre a importância da água e de todo o meio ambiente e isso já vem mostrando os bons resultados. Hoje, eles próprios já chamam atenção de algum colega que deixa uma torneira aberta ou que joga lixo no chão e essa vivência faz com que as mudanças de hábitos aconteçam dentro da família também”.

 

 

Texto: Érica Marinho

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): (92) 3632-2054

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse