Notícias

Ação conscientiza mulheres sobre os 13 anos da Lei Maria da Penha

Dando continuidade à programação dos 13 anos da Lei Maria da Penha, a Prefeitura de Manaus realizou nesta quarta-feira, 7/8, uma ação de sensibilização com faixas e panfletagem para os motoristas que passavam pela rotatória do Produtor, localizada no bairro Jorge Teixeira, zona Leste.

 

Ação conscientiza mulheres sobre os 13 anos da Lei Maria da Penha
A ação, com o objetivo de conscientizar a população para que denuncie todos os tipos de violência contra a mulher, foi promovida pela Subsecretaria de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

 

“Nós seguimos a orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto e da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, em comemoração aos 13 anos da Lei Maria da Penha, de mostrar histórias de superação para motivar mais mulheres a não se calarem e denunciarem as violações sofridas, destacou a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos, Socorro Sampaio.

 

Para Rosinete Cavalcante Sá, 44, antes a mulher não tinha como se defender e agora ela tem voz e tem quem lute por ela. “Está sendo muito proveitosa essa ação, queremos que sempre possa continuar para ajudar mais mulheres a saírem do ciclo de violência, temos que dar voz para elas lutarem pelos seus direitos e denunciarem as violências”, disse.

 

Programação

Para firmar o compromisso no combate à violência contra a mulher, a Prefeitura de Manaus, em parceria com o governo do Estado, montou uma programação alusiva ao dia 7/8, data de aniversário da Lei Maria da Penha. A programação conta com certificações de 52 mulheres, que foram capacitadas nos cursos oferecidos pelo Executivo municipal, além da premiação dos alunos que participaram do segundo concurso de redação com a temática: “Basta de violência doméstica contra a mulher”.

 

Também ocorrerá a assinatura do termo de Cooperação Técnica entre a Semasc e a Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), para desenvolver o projeto “Resgatando Marias”, com o objetivo de capacitar as mulheres assistidas pela Subsecretaria da Mulher.

 

Canal de Denúncia

A rede de proteção municipal possui dois canais de comunicação para qualquer mulher que sofrer ou conhecer alguma situação de violação de direitos: Disque Direitos Humanos (0800 092 6644) e o Disque-Denúncia (0900 092 1407), além do próprio número da Subsecretaria de Políticas Afirmativas para Mulheres (3214-5080) e o Disque-Denúncia Nacional (180).

— — —

Texto – Jordana Santos/Semasc

Fotos – Divulgação/Semasc

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse