Notícias

Abastecimento de merenda em escolas da rede pública municipal é concluído nesta sexta-feira

As 492 unidades de ensino da rede municipal de Manaus retornam às atividades escolares na próxima segunda-feira, 10/7. Para que estejam abastecidas com todos os itens que compõem a alimentação escolar, a prefeitura concluirá no final desta sexta-feira, 7/7, a distribuição dos itens que atenderão os mais de 237 mil alunos de Creches, Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e escolas de Ensino Fundamental das zonas urbana e rural da capital. O trabalho é realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Subsecretaria de Infraestrutura e Logística (SSIL).

 

Neste segundo semestre, continuarão as entregas dos 73 itens que compõe a merenda escolar, dos quais 48 são básicos, como feijão, arroz, macarrão, biscoito, farinha, leite em pó, entre outros; e 25 são provenientes da agricultura familiar, como frutas regionais, legumes e hortaliças. Também compõem a alimentação escolar os congelados, como carne bovina, filé de peixe e frango.

 

Segundo a chefe da Divisão Alimentar da Semed, Ingrid Samias, a entrega dos alimentos ocorreu de forma planejada, seguindo um cronograma para que todas unidades estejam abastecidas para o retorno das aulas. “Desde a última segunda-feira (3/7) começamos com abastecimento das proteínas  e itens básicos como feijão e arroz, porque a meta da prefeitura é abastecer todas as unidades de ensino com estes itens até o final de semana”, explicou.

 

Samias explicou, ainda, que os itens de hortifruti serão entregues apenas após o retorno das aulas, para evitar que os produtos não depreciem ou estraguem por falta de consumo, por terem um prazo de validade mais curto em relação a outros alimentos.

 

Para manter as unidades de ensino abastecidas até o fim do ano letivo, a Semed estima investir 50% da verba federal prevista para este fim, o equivalente a R$ 11 milhões/ano, na aquisição de itens da agricultura familiar.

 

“Atualmente, Manaus é a capital da Região Norte que mais investe em aquisição de produtos oriundos da agricultura familiar, por meio da rede municipal de ensino. A secretaria utiliza 50% do recurso para aquisição dos produtos, quando o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) estipula que sejam utilizados pelo menos 30%”, explicou o chefe do Departamento de Suprimento e Logística da Semed, Leís Batista.

 

Ainda segundo Leís, a alimentação escolar das Creches e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) será potencializada no segundo semestre. “A partir de estudos, identificamos algumas oportunidades de melhorias para potencializarmos o fluxo material para creches e Cmeis. Além disso, a Semed pretende oferecer produtos mais direcionados para estas modalidades de ensino, como fórmula infantil para Creches, por exemplo”, disse.

 

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Rodemarques Abreu / Semed

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsm3V8gcm

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): (92) 3632-2054

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse